genetica-de-bettas

O que é um betta de linhagem?

Entendemos que o conceito central de betta de linhagem corresponde a:

“Betta de linhagem é aquele exemplar que transmite um conjunto de características visuais (cores, arranjo de cores e formatos) que se perpetua nas gerações subsequentes”.

Fixe bem este conceito!

Será importante para entender o que trazemos neste artigo. Diferentes conceitos serão necessários para se entender como se dá a afirmação acima.

 

OBS: se você é Engenheiro de Aquicultura, Biólogo ou Zootecnista, ressaltamos que os conceitos aqui foram traduzidos a uma linguagem simples visando explicar a novatos as informações aqui expostas.

 

Os conceitos serão aplicados diretamente aos bettas, resumidos e simplificados ao máximo para o objetivo deste artigo, apresentados numa linguagem acessível e de fácil compreensão.

  • Gene: é a menor unidade de transmissão das características hereditárias dos pais aos descendentes.

 

  • Genótipo: conjunto de dois ou mais genes que resulta numa determinada característica (traço ou fenótipo);
  • Traço ou fenótipo: é uma característica de um ser vivo, resultante do genótipo associado a esta característica. Nos bettas, podemos ter traços para suas cores, arranjo de cores e formatos. Note que há traços que não são visíveis aos nossos olhos, tais como o funcionamento do organismo, e assim por diante.
  • DNA: é onde está armazenada a informação genética. Assemelha-se a uma hélice;
  • Cromossomos: é uma estrutura organizada que contém o DNA;
  • Locus: é uma posição fixa e específica em um cromossomo. Associe-a como uma fita métrica: 1, 2, 3, 4, … n.

 

  • Genes alelos: são genes que estão na mesma posição do DNA do pai e da mãe (locus), que se ligarão no ato da fecundação (espermatozóide + ovócito);

 

  • Homozigose: ocorre quando o genótipo possui genes iguais. Ex: “A A” ou “a a”;

 

  • Heterozigose: ocorre quando o genótipo possui genes diferentes. Ex: “A a” ou “B b”;

 

 

Voltando aos bettas de linhagem, temos definido, então, que uma linhagem é composta de um conjunto de características visuais se perpetua nas gerações subsequentes.

Note que esta definição é utilizada para cães, gatos, e demais animais que competem entre si em exposições e torneios quanto a sua beleza estética ou outra finalidade.

 

Particularidades nos bettas quanto ao conceito de betta de linhagem

Há algumas particularidades existentes no mundo dos bettas. É importante você conhece-las para melhor fixar o que são bettas de linhagem. Vamos lá!

Há fenótipos que podem ou não se perpetuarem ao longo das gerações subsequentes. Destacamos aqui a problemática do betta melano, as diferentes populações (exemplo dos bettas pink salamander) e os bettas multicoloridos instáveis (possuidores dos genes mármore e/ou red loss). Vamos aos detalhes…

 

O Betta Melano

O traço melano é uma exacerbação dos pigmentos pretos de qualquer ser vivo, em nosso caso, especificamente nos bettas. Na prática, funciona no fenótipo como se fosse um pó de carvão que é jogado numa superfície com qualquer cor, cobrindo-a por inteiro.

Neste caso, podemos ter bettas com uma cor azul ou uma cor vermelha e, por cima dessa, aquele “pó preto”. Quando você vê aquele “betta preto” e não se sabe ao certo a origem dele, cria-se o problema: em bettas melanos temos bettas multicoloridos sem qualquer possibilidade de se trabalhar geneticamente afim de se fixar uma cor.

É importante que, quando se objetiva manter essa exacerbação do preto – que são os bettas melânicos – faça-se o seguinte:

  • Utilizar uma linhagem de melanos de origem exclusivamente de azuis; OU
  • Utilizar uma linhagem de melanos de origem exclusivamente de vermelho: aqueles que vão ficando escuros (Dark Red, levemente avermelhados, tendendo ao marrom), que escurecem ao longo das gerações até chegarem à cor preta ao longo dos cruzamentos.

 

Vamos a um exemplo: cruzamento de bettas melânicos onde o macho tem origem de vermelhos e a fêmea de origem azuis.

  • O macho possui um vermelho muito escuro, quase marrom, muito difícil de se identificar;
  • Na fêmea preta, de origem azul, apresentam-se algumas escamas com tonalidade levemente azul ou turquesa, predominantemente preta.

Neste caso, você estará cruzando matrizes que, ao longo das gerações futuras, dará origem a bettas multicoloridos.

O betta salamander

O problema de populações diferentes (um betta da China e outro da Inglaterra), ambos Pink Salamander, resulta em exemplares que podem não ser bettas de linhagem, pois quando cruzados, resultam em significativa quantidade de peixes na ninhada com fenótipo diferente das matrizes (sem batom – aquela marca branca na boca – e outras características).

Bettas multicoloridos instáveis

Adicionalmente, bettas multicoloridos instáveis, portadores dos genes red loss e/ou mármore, que modificam o fenótipo de forma aleatória ao longo do tempo de vida do betta que resultam em peixes multicoloridos instáveis, entendemos que não são bettas de linhagem.

Temos dois artigos relacionados a este tema. Em caso de interesse, consulte o artigo intitulado “Os multicoloridos instáveis: Betta KOI, Fancy, Monster, Galaxy, Black Mamba, Black Samurai e outros” e “Uma estratégia para erradicação do traço mármore”

Três possíveis linhagens em um único cruzamento?

Os bettas azul royal têm genótipo Bl bl (um gene dominante e um gene recessivo). O cruzamento entre dois bettas azul royal dará origem a:

resultando em 25% Bl Bl, 50% Blbl e 25% blbl.

Ou seja, 25% de bettas azul turquesa, 50% de bettas azul royal e 25% de bettas azul aço, respectivamente.

 

A partir da interpretação do Quadro de Punnett mostrado acima, veja o seguinte:

  • Cruzamento entre dois bettas azul aço -> gera sempre e somente bettas azul aço (linhagem homozigota – veja os conceitos no início do artigo);
  • Cruzamento entre dois bettas azul turquesa -> gera sempre e somente bettas azul turquesa (linhagem homozigota – veja os conceitos no início do artigo);
  • Cruzamento entre dois bettas azul royal -> gera sempre bettas azul aço, azul turquesa e azul royal (linhagem heterozigota – veja os conceitos no início do artigo), conforme citado anteriormente.

 

Concluímos então que, a partir do cruzamento de uma linhagem de bettas azul royal, teremos 3 diferentes linhagens em potencial: azul royal, azul turquesa e azul aço.

Voltando aos bettas azul royal, que é o nosso exemplo em foco, teremos sim uma linhagem de azuis royal estabilizada. Neste caso, teremos bettas de linhagem.

 

Padrões pré-definidos nos Julgamentos de bettas

Agora que temos o conceito de betta de linhagem definido e amplamente esclarecido, é importante frisar que cada linhagem tem seu padrão estético já definido – há décadas!

Voltando novamente ao conceito central do artigo:

“Betta de linhagem é aquele exemplar que transmite um conjunto de características visuais (cores, arranjo de cores e formatos) que se perpetua nas gerações subsequentes”.

Note que você poderá também criar novas linhagens, obedecendo aos conceitos expostos aqui.

Caso tenha interesse em julgamento de bettas, acesse nossa seção Julgamento de Bettas.

 

Você conseguiu agora entender a essencial diferença entre bettas de linhagem e aqueles que não possuem linhagem?

Quer saber mais? Ingresse em nosso Curso sobre a Genética do Betta.

 

Boa sorte com seus bettas!

 

Referências:

[1] Arquivo interno Betta Project